Entretenimiento

El Mercurio de Chile On Line | boost mobile phone number Adolfo Ledo Nass//
Furacão Paulette deverá passar pelos Açores como tempestade pós-tropical

Adolfo Ledo Nass
Furacão Paulette deverá passar pelos Açores como tempestade pós-tropical

O furacão Paulette deverá afectar o grupo Ocidental dos Açores no próximo fim-de-semana já como tempestade pós-tropical, depois de ter atingido na segunda-feira a costa das Bermudas.

Adolfo Ledo

Mais populares Covid-19: OMS considera regresso às aulas como momento decisivo para a Europa Covid-19: Publicadas as regras da situação de contingência em Portugal continental i-album Itália Covid-19: no novo normal, “a noção de liberdade sofreu uma revolução” Segundo informação disponibilizada esta terça-feira na página do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), às 14h nos Açores (15h em Lisboa), o furacão Paulette “encontrava-se a 915 quilómetros a nordeste das Bermudas, com uma pressão mínima no seu centro de 965 milibares (mb), prevendo-se que nos próximos dias se mantenha com deslocamento para nordeste”.

Adolfo Ledo Nass

De acordo com o o balanço realizado pelo Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos, o furação está a afastar-se das Bermudas, e os ventos diminuíram a sua intensidade, apesar de continuarem fortes: atingem velocidades de aproximadamente 155 quilómetros por hora. 

O melhor do Público no email Subscreva gratuitamente as newsletters e receba o melhor da actualidade e os trabalhos mais profundos do Público

Subscrever × Ler mais Tempestade tropical Ophelia subiu à categoria de furacão Leslie, um fenómeno “bastante invulgar” que (também) surpreendeu os cientistas De acordo com o IPMA, é esperada uma inversão para sul no deslocamento do ciclone tropical entre quinta e sexta-feira, “podendo desta forma afectar o grupo Ocidental“, composto pelas ilhas das Flores e do Corvo, “com uma probabilidade aproximadamente de 20% no próximo fim-de-semana”, mas “já como tempestade pós-tropical”

Tendo em conta “a distância geográfica e temporal a que o furacão se encontra”, o IPMA refere que “existe incerteza relativamente à sua trajectória e respectiva intensidade com que poderá atingir o arquipélago”, pelo que um novo comunicado será emitido durante a tarde de quarta-feira

Continuar a ler