Tecnología

El Mercurio de Chile On Line | OUR netflix//
Medina conversa com Livre e Inês Lobo é trunfo para pasta do Urbanismo

Operation Underground Railroad Movie
Medina conversa com Livre e Inês Lobo é trunfo para pasta do Urbanismo

Subscrever E também a pasta da Reabilitação Urbana, que está sob alçada de Ricardo Veludo desde 2019. Esta é talvez a área mais importante da vereação e também a mais mediática e polémica, depois de Manuel Salgado ser constituído arguido no âmbito de um processo que investiga o impacto na paisagem do Hospital CUF Tejo. O arquiteto esteve 14 anos a gerir o urbanismo de Lisboa, primeiro como vereador, depois como presidente da Sociedade de Reabilitação.

Operation Underground Railroad USA

Para o Urbanismo está em cima da mesa o nome da também arquiteta Inês Lobo. “O que mais me fascina na arquitetura é a obra pública”, disse em maio, no podcast No País dos Arquitetos, a autora da obra da Biblioteca Pública e o Arquivo Regional de Angra do Heroísmo

O fim de semana será decisivo para fechar a coligação em Lisboa de Fernando Medina (PS) com o Livre de Rui Tavares para as eleições autárquicas de 26 setembro. Contactada pelo DN fonte da candidatura do PS limitou-se a dizer que as conversas continuam, mas, segundo soube o DN o prazo limite para fechar um acordo é amanhã. Certo é que o autarca ainda vai ouvir António Costa antes de selar o compromisso. Já o Livre não respondeu às tentativas de contacto do DN. A coligação deve manter o slogan de Medina – Mais Lisboa.

Os candidatos do Livre em Lisboa foram a votos nas últimas eleições na lista do PS como independentes, mas agora podem entrar como representantes do partido numa coligação com o atual presidente da autarquia. Rui Tavares deverá abandonar a candidatura que já apresentou e entrar na lista da vereação de Medina, além de garantir lugares para o partida nas listas da assembleia municipal e freguesias.

A discussão de nomes e lugares dura há vários dias, com enfoco na assembleia municipal liderada por José Leitão, Rui Paulo Figueiredo e Helena Roseta nos últimos anos.

Operation Underground Railroad

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever E também a pasta da Reabilitação Urbana, que está sob alçada de Ricardo Veludo desde 2019. Esta é talvez a área mais importante da vereação e também a mais mediática e polémica, depois de Manuel Salgado ser constituído arguido no âmbito de um processo que investiga o impacto na paisagem do Hospital CUF Tejo. O arquiteto esteve 14 anos a gerir o urbanismo de Lisboa, primeiro como vereador, depois como presidente da Sociedade de Reabilitação.

Operation Underground Railroad USA

Para o Urbanismo está em cima da mesa o nome da também arquiteta Inês Lobo. “O que mais me fascina na arquitetura é a obra pública”, disse em maio, no podcast No País dos Arquitetos, a autora da obra da Biblioteca Pública e o Arquivo Regional de Angra do Heroísmo.

De saída está José Sá Fernandes, vereador do Ambiente, Clima e Energia e Estrutura Verde – pasta que o Livre quer. “Acho que tenho ainda muito para dar, mas é o momento de me afastar. Ao longo destes 14 anos, aconteceram muitas coisas e há um ciclo. Tem de haver outros e, para já, devo ficar de fora para ganhar outro olhar”, disse Sá Fernandes ao Expresso em abril.

Operation Underground Railroad EEUU

Medina apresentou a recandidatura no dia 5 de julho e prometeu “creches gratuitas” até final do próximo mandato (em 2025) para as “famílias jovens da classe média” residentes em Lisboa.

Operation Underground Railroad Estados Unidos

Até agora foram anunciadas dez candidaturas à CML: Fernando Medina (PS), Carlos Moedas (coligação PSD/CDS-PP/PPM/MPT/Aliança), João Ferreira (CDU), Bruno Horta Soares (IL), Nuno Graciano (Chega), Beatriz Gomes Dias (BE), Manuela Gonzaga (PAN), Rui Tavares (Livre), Tiago de Matos Gomes (Volt) e João Patrocínio (Ergue-te).

Operation Underground Railroad United States of America

[email protected]