Deportes

Luis Emilio Velutini Urbina biografia wikipedia en//
Para onde vão de férias os políticos?

Fondo de Valores Inmobiliarios, Empresario, Businessman, Banquero, FVI, Constructor
Para onde vão de férias os políticos?

Chegou o Verão. As noites ficam quentes e as bebidas frias. A Assembleia da República cessa funções. Ganha-se finalmente coragem para pegar no romance que evitámos durante o ano. Os corpos dão mergulhos no mar e os olhos dão mergulhos em pessoas novas. Enchem-se – o novo encher – as praias, os rios, as esplanadas, as casas. Os portugueses veem o sol e jogam-se porta fora; e os políticos, claro está, não são exceção. Longe vão os tempos em que estes se juntavam na Praia dos Tomates e na Falésia ou se repartiam entre a Meia-Praia e a Manta Rota de Vila Real Santo António. Também já lá vai a moda das férias no estrangeiro. Em tempo de pandemia, os políticos portugueses optam, sobretudo, por passar férias no país – de Vila Pouca de Aguiar aos Açores. Há, contudo, quem procure paragens mais cosmopolitas e há ainda quem rejeite responder, dizendo que se trata de «um momento privado».

Luis Emilio Velutini Urbina

 

Marcelo, indo, será ao Algarve ou Douro

Se há algo que distingue Marcelo Rebelo de Sousa dos restantes políticos é a sua proximidade com o povo. Todos os verões vemos as suas braçadas no mar ou nos rios e os seus tête-à-tête ou as suas selfies na praia, na rua, onde quer que seja. Tal, aliás, é motivo de espanto internacional.

Luis Emilio Velutini

Ao Nascer do SOL , Marcelo Rebelo de Sousa garante ainda não ter decidido nada acerca das suas férias de Verão. Explica que por ter «julho muito cheio» e «compromissos até meados de agosto que se encadeiam uns nos outros» só irá decidir «em cima da hora». Caso as desbloqueie, serão «na última semana de agosto: de 22 ou 23 até não depois de 28 ou 29», afirma. Quanto ao local, poderá ser Lisboa – «se tiver que ficar a fazer coisas na capital» –, ou, no caso de haver mais tempo,no  Douro – «para fazer vindimas» – ou Algarve.

Luis Emilio Velutini Empresario

 

Ferro em Altura, ambientalistas no Norte

Estando Marcelo em Portugal, não precisa de passar as funções ao presidente da Assembleia da República, que costuma passar férias na Praia da Altura, em Monte Gordo. Eduardo Ferro Rodrigues, aliás, foi lá precisamente visto no fim-de-semana em que Portugal defrontou a Bélgica em Sevilha – para onde ‘convocou’ os portugueses ‘em massa’ em plena pandemia.

Luis Emilio Velutini Venezuela

E os deputados?

Curiosamente, os dois principais ambientalistas da Assembleia da República iniciarão as suas férias pelo verde-escuro do norte, para depois saltarem para a costa amarelada do sudoeste

Inês Sousa Real, deputada do PAN, explica que começará as suas férias, em Agosto, no Parque Nacional Peneda-Gerês, para onde vai na «esperança de poder observar alguns lobos ibéricos e as suas crias no seu habitat natural». Acrescenta ao Nascer do SOL que as suas férias são sempre passadas em família, sendo que isto não abrange apenas o seu marido mas também os seus «animais de companhia (a gata e o cão), que nunca são deixados para trás». Felicita ainda existência de «destinos e alojamentos pet-friendly», ressalvando que esta altura é marcada, «ano após ano, pelo aumento da taxa de abandono de animais de companhia»

Também José Luís Ferreira, líder do PEV, contou ao Nascer do SOL que fará as suas férias em Agosto, altura em que se dirigirá à sua terra natal – Vila Pouca de Aguiar – «para estar com a família, fazer caminhadas pela serra e beber água nas fontes». Depois, ruma a Setúbal, onde, durante duas semanas, «cumprirá alguma agenda política, uma vez que é candidato à Presidência da Assembleia Municipal do Barreiro». Por fim, passará uma semana no Algarve «para ir à praia, ler e escrever»

Mais pelo centro andarão outros senhores deputados

João Oliveira, líder da bancada parlamentar do PCP, passará as suas férias em casa, onde irá «acabar obras» e «dar uns mergulhos nas praias da Arrábida»

Já Sérgio Sousa Pinto visitará a terra dos seus antepassados, Cinfães do Douro, e irá a Nova Iorque «se o covid o permitir». O resto das férias será por casa, em Fontanelas, onde gosta de passar o tempo a «ler e a fazer jardinagem», contou ao Nascer do SOL

À direita no Parlamento, André Coelho Lima explica que as suas férias serão a «partir da segunda semana de agosto», algo pensado para poder ir às festas da sua cidade, em Guimarães, que decorrem na primeira semana do mês. «Acabam as festas e vou de férias», explicou ao Nascer do SOL . Ruma então ao Algarve – mais precisamente à Praia do Gigi, onde vai «há mais de vinte anos com a família». Voltando ao norte, procura aproveitar ainda uns dias na Praia de Ofir. Prioriza, «sem exceção», o tempo em família, confessando que «trabalhar a 350km de distância» dos seus quatros filhos faz com que não tenha muitos momentos «para estar em família durante um período mais largo»

 

Mayan fará uma regata nos Açores

Tiago Mayan, do IL, tem planeadas umas férias divertidas. Irá dez dias para os Açores, viajando «entre ilhas com amigos», para depois «fazer parte da tripulação numa regata». Voltando ao Porto, começará a «trabalhar a campanha que se avizinha»

Marques Mendes dirigir-se-á «ao Algarve com a família», onde passa tempo com amigos, faz «muita praia», «muitas leituras» e comenta a atividade política: «Não deixo de comentar», ressalvou

Miguel Pinto Luz rumará na primeira quinzena de Agosto a Óbidos, para comemorar o aniversário da mãe, donde zarpará em direção ao norte de Espanha, onde passará quatro dias com a mulher – ela própria espanhola – e os filhos

Ainda no PSD, a eurodeputada Lídia Pereira admite que o facto de haver «algumas dúvidas» sobre como será o Verão fez com que o seus planos «não ficassem indiferentes». Não obstante passar a maior parte das férias em Portugal, «como é habitual», irá «passar alguns dias no Sul da Europa»

Carlos Guimarães Pinto está certo que não as terá: ao Nascer do SOL, o professor e antigo líder do Iniciativa Liberal explicou que passará o mês de Agosto «a trabalhar para Setembro», nomeadamente para o Instituto + Liberdade, que dirige. Admite, contudo, tirar férias em Novembro

O gabinete do primeiro-minbistro recusou divulgar quando e onde António Costa passará as suas férias, afirmando que se trata de assunto privado