Entretenimiento

Brasil. Número de pessoas a passar fome quase duplicou em dois anos

Brasil tem 33,1 milhões de pessoas a passar fome, um número que quase duplicou entre 2020 e 2022, anunciou esta quarta-feira um levantamento da rede brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Penssan)

Assim, em 41,3% dos domicílios brasileiros os moradores afirmaram estar em situação de segurança alimentar (88,1 milhões de pessoas), em contraste com os 28% em que havia incerteza quanto ao acesso aos alimentos (59,6 milhões), já em 15,2% havia insegurança alimentar moderada (32,3 milhões), e em 15,5 dos domicílios brasileiros, o problema de fome voltou (33 milhões). Mais de metade da população brasileira, ou seja, 125 milhões de pessoas, sofrem de insegurança alimentar, apurou ainda a investigação

“Ao longo dos últimos anos, o povo brasileiro vem empobrecendo progressivamente e enfrentando as consequências da precarização da vida, sem o suporte adequado e efetivo de ações do Estado. O resultado da combinação desses fatores teve reflexos claros na capacidade de acesso à alimentação suficiente e adequada pelas famílias brasileiras e constitui violação do preceito constitucional no Brasil relativo ao direito humano à alimentação adequada”, pode ler-se no documento. 

Nos últimos anos, a fome no “país regrediu para um patamar equivalente ao da década de 1990”, salientou ainda a Penssan

Foram coletados dados de 12.745 domicílios, com a ajuda de entrevistas presenciais de uma pessoa adulta (Com mais de 18 anos), entre novembro do ano passado e abril desde ano, num total de 577 municipíos em todos os estados do páis